Notícias

Prefeitura mobiliza ‘Dia D contra a Dengue’ em parceria com o Governo de MG

Em mais uma ação para combater os focos de proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor de arboviroses como dengue, zika e chikungunya, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Governo de Minas Gerais, promoveu uma mobilização, no último sábado (24), no “Dia D contra a Dengue”. Cerca de 100 agentes de endemias, dois caminhões e seis carros do tipo utilitário foram disponibilizados dentro do Programa Municipal de Controle das Doenças Transmitidas pelo Aedes, da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), além de drones em parceria com o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizada (BIMec). 

Os trabalhos se concentraram no bairro Guarani com visitas domiciliares para eliminação de criadouros, orientação, recolhimento de materiais que podem ter focos do mosquito e levantamento fotográfico, da região do bairro Guarani e do Morada do Sol, que fica ao lado.

A Prefeitura de Uberlândia trabalha rotineiramente para controlar a proliferação do mosquito, bem como a transmissão dos vírus. São diversas linhas de atuação e controle, como visitas domiciliares, ação de bloqueio com carro fumacê onde tem casos suspeitos, recolhimento de pneus, visitas a pontos estratégicos, como terrenos baldios, ferros-velhos e imóveis abandonados, parceria com imobiliárias, monitoramento com ovitrampas, entre outros. Desde 2019, o Município também possui o aplicativo UDI sem Dengue, que permite uma comunicação mais rápida e eficaz com a população.

Em janeiro, a gestão municipal lançou o “Movimento Dengue Não!”, para ampliar o chamamento para toda a população. Com a mobilização, foram, por exemplo, abertas salas de hidratação em unidades de saúde e se firmou parceria com o 36º BIMec, que está fornecendo drones e militares para auxílio no mapeamento de focos e criadouros do mosquito.

Cenário em Minas Gerais

Até 12/4, Minas Gerais registrou 189.750 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue em 2023. Desse total, 74.695 casos foram confirmados para a doença. Há 33 óbitos confirmados por dengue no estado e 95 óbitos em investigação.

Em relação à febre chikungunya, foram registrados 45.018 casos prováveis da doença, dos quais 15.969 foram confirmados. Até o momento, foram confirmados dez óbitos por chikungunya em Minas Gerais e 13 estão em investigação.

Quanto ao vírus zika, até o momento foram registrados 202 casos prováveis. Há 19 confirmados para a doença e não houve óbitos este ano em Minas Gerais.

Os dados de dengue, chikungunya e zika são atualizados diariamente e estão disponíveis no Painel Arboviroses.

Créditos: Prefeitura de Uberlândia / Agência Minas

Continue lendo